Takin’ Back My Love – Capítulo 01

18 01 2012

Capítulo 1

3 anos depois…

— Bom dia Jake.

— Bom dia Bella — disse Jacob, com a boca cheia de torrada, ele tentava falar sem engasgar ou jogar farelos na mesa.

Hoje era sábado, 6 de junho, primeiro dia das minhas férias. Eu estava morando em Miami há 3 anos desde o meu quase casamento.

— Tem uma correspondência pra você em cima da mesinha.

— Correspondência no sábado? — olhei pra ele pelo braço do sofá.

— Disseram que… — ele tomou um gole de suco para não entalar — …era urgente — ele sorriu, o sorriso mais doce do mundo.

— Ai que preguiça — me virei no sofá ficando deitada, apoiando minha cabeça nas mãos. — Você viu de quem é?

— Alice Cullen.

Dei um salto e peguei a correspondência.

— Eu sabia que quando eu falasse que era da Alice você ficaria assim — ele riu.

— Cale a boca — lancei um olhar fulminante para ele.

— Já calei — ele voltou a tomar seu café da manhã.

Abri o envelope com rapidez. Dentro continha uma carta e um outro envelope em um papel cor de palha e letras em dourado escrito: Para Isabella Swan e Jacob Black . Dentro do envelope continha um convite de casamento: Alice Brandon Cullen & Jasper Whitlock Hale

Peguei a carta e do lado de fora dizia: leia sozinha. Suspirei e guardei a carta e o convite.

— Convite do casamento da Alice — disse sentando no sofá, apoiando meus cotovelos nos joelhos, e meu queixo em minha mão.

— Você vai?

— Não sei Jake, não sei. Mesmo depois de 3 anos, eu não me sinto preparada para voltar a Los Angeles.

Jake levantou-se e se sentou ao meu lado.

— Se você quiser ir, nós vamos. Eu estarei ao seu lado, como sempre estive em cada dia desses 3 anos.

Jacob é meu amigo de infância, no dia trágico eu fui procurá-lo no hotel onde ele estava hospedado, já que iria no meu casamento. Ele me ofereceu a ‘fuga’ de Los Angeles.

— Venha morar em Miami.

— Eu não tenho dinheiro nem para ir na esquina Jake — eu disse entre minhas lágrimas de frustração, desespero, mágoa e decepção.

— More comigo, eu tenho um apartamento grande, e não divido com ninguém. Você é como se fosse da minha família Bella, por favor aceite.

Depois de muito choro e pedidos, eu resolvi ir para Miami no mesmo dia. Não tinha parentes, meus pais morreram em um acidente de carro quando eu me mudei para Los Angeles. A única pessoa que eu ainda tenho desde que era criança era o Jake

— Por isso eu não gosto que os Cullens mantenham contato com você — ele bufou. Jake não odiava os Cullens, mas um em específico.

— Seja bonzinho Jake. Alice sempre foi boa comigo e nunca lhe trato mal.

Alice era minha única amiga em Los Angeles, a primeira pessoa que avisei onde estava, uma semana depois de ir embora sem avisar ninguém. Um ano depois ela veio me visitar, com o namorado, Jasper. Ela tentou uma única vez falar algo sobre seu irmão, mas a interrompi e pedi para nunca mais tocasse no nome dele.

— Tenho que ler essa sozinha, vou para o quarto Jake.

— Tudo bem, estarei aqui se precisar.

Jake voltou para o seu café da manhã e eu fui para o meu quarto. Abri a carta, que não parecia muito longa.

Bella, gostarei de lhe convidar para ser a minha madrinha. Meu casamento será durante o dia, como está no convite, então eu terei apenas um casal de padrinhos. Não contei isso por telefone porque você iria gritar comigo, mas meu irmão será o meu padrinho. Bella você é minha melhor amiga, mesmo com a distância e o tempo. Preciso de você comigo, mas se não quiser eu vou entender. Não precisa falar com ele, apenas ficar parada por alguns instantes ao seu lado.
Se aceitar, peço que venha 2 semanas antes do casamento, para escolhermos o seu vestido.
Beijos Alice.’

Fiquei em choque. Encontrar ele, depois de 3 anos parecia o maior desafio da minha vida, eu poderia ser forte e encará-lo ou cair no chão e ficar em posição fetal ao olhar em seus olhos verdes.

Não sei quanto tempo fiquei ali parada pensando, em ir ou não, só sei que Jake batia na minha porta e agora estava preocupado.

— Bella abra essa porta, estou te chamando a 30 minutos.

Balancei minha cabeça e respirei fundo, caminhei até a porta abrindo em seguida.

— Nossa pensei que você tinha sido tragada pela Terra e… — ele me olhou e então percebi que meus olhos estavam com lágrimas. — Oh Bella — ele me abraçou e me deixei cair no choro.

Eu ainda amava aquele homem que destruiu os planos da minha vida. Doía pensar em seu nome, seria demais ter que encontrar ele novamente.

— Você não precisa ir nesse casamento Bella.

— Ela é minha melhor amiga Jake — eu disse entre soluços.

Ele pegou o papel das minhas mãos e trincou os dentes.

— Droga! Ela quer mesmo que você seja madrinha ao lado daquele… — ele respirou fundo para não explodir.

— Sim Jake — solucei. — Eu tenho que ser forte Jake, não posso fugir disso para sempre. Quem devia fugir era ele na verdade, porque eu não fiz nada de errado, e mesmo assim tenho medo de vê-lo novamente.

— E medo dele lhe convencer que é inocente ou de que se arrependeu de tudo, e você se entregar a esse amor que nunca morreu, não é verdade? — eu senti o tom triste no voz de Jake. Ele me amava, mas sabia que eu nunca poderia retribuir isso, o bom é que ele entende e nunca tentou nada comigo.

— Sim Jake, você me conhece bem.

— Bella, se você acha que pode nós vamos para LA e ao casamento. Estarei lá com você, e se quiser ir embora, voltamos para Miami no instante que você decidir — ele secou minhas lágrimas e eu suspirei.

— Ok Jake, nós vamos para Los Angeles, e se eu começar a querer ceder a ele, por favor me acorda para a vida.

— Eu irei fazer de tudo para que você não sofra novamente Bella.

— Obrigada Jake — sorri e abracei ele agora sem lágrimas nos olhos. Eu sabia que estava pronta para voltar a LA, mas não se estava para resistir a ele.

~x~

1 semana depois…

— Não acha melhor ligar?

— Quero fazer uma surpresa Jake, e outra, ele na mora aqui com os pais.

Estávamos parados em frente à casa dos Cullens, Jake alugou um carro para andarmos por Los Angeles. Mordi o lábio e abri a porta do carro.

— Estarei aqui Bella, lhe esperando — ele sorri e eu retribui o sorriso, indo em direção a casa.

Estava como eu me lembrava. Grande, branca, com um lindo jardim que Esme cuidava com muito amor. Subi os 3 degraus da varanda e toquei a campainha.

— Eu atendo mãe — a voz de Alice em fez sorrir. Quando ela abriu a porta fiquei estática.

— Surpresa — eu disse sorrindo.

E então como Alice Cullen não é uma pessoa calma, ela gritou.

Assustei com o grito e isso fez Esme ver o que era.

— Alice o que… ai Meu Deus! — ela ficou parada me olhando, enquanto a baixinha de cabelos espetados me puxou para um abraço, com direito a pulos.

— Você veio, você veio — Alice falava pulando e me levando junto. — Onde está Jake?

— No carro, para caso eu resolvesse sair correndo — mordi o lábio e Alice riu.

— Jacob — ela gritou da porta. — Venha já para cá.

— Como está Bella? — Esme perguntou me abraçando.

— Estou bem Esme, muito bem.

— Onde é o incêndio? — Carlisle apareceu no topo da escada.

— Pai, Bella está aqui — Alice disse e quase estava quicando de novo. — E Jacob também — ela puxou Jake para um abraço.

Alice gostava dele e ele simpatizava com ela, o problema dele mesmo era ele.

— Bella querida — Carlisle me abraçou. Eu o tinha como um pai, ele cuidou de mim durante o tempo que passei em Los Angeles. — É tão bom te ver Bella. Só Alice mesmo para lhe fazer vir aqui na é?

— Sim só ela — sorri e suspirei olhando a casa familiar. Passei muitos dias aqui, com Alice, seu irmão e Emmett, um primo deles, que morava na casa ao lado.

— Venha vamos para a sala — Esme disse caminhando para o lugar quase familiar.

Poucas coisas mudaram, o sofá era outro e a tv também, mas a cor era a mesma e em cima da lareira fotos de todos. Encontrei uma que doeu meu coração. Alice, Emmett, ele e eu, jovens em frente à casa dos Cullens. Desviei os olhos rapidamente, tentando fugir da lembrança.

— Sente aqui — Alice me puxou para o lado dela. — Estou tão feliz que você tenha vindo. Oh Bella, temos tanta coisa para fazer. Você vai ficar quanto tempo aqui?

— Até depois do casamento, estou de férias e só tenho até 5 de julho para ficar livre.

— Ah sim — ela sorriu e percebi que Esme já não estava mais na sala, Carlisle e Jake falavam algo sobre o futebol na tv.

— Venha Bella, vamos para o meu quarto tenho umas coisas para conversar com você.

— Ok — antes que eu terminasse de falar ela começou a me puxar escada a cima.

A porta da sala se abriu e um cheiro um tanto quanto familiar tomou conta do ar.

— Alice, vim lhe buscar para irmos ao restaurante, temos que ver o cardápio do casamento. —
Alice e eu ficamos paradas no mesmo lugar, de costas para o dono da voz. — Alice da para virar? — ele chamou novamente. — Não estou para brincadeiras hoje.

— Estou com visita não percebeu — ela virou-se de frente para ele, o seu rosto estava mais branco do que osso.

— Oh desculpe eu não percebi. Desculpe-me senhorita… — ele deu uma pausa para que eu me virasse.

Fechei os olhos, e senti todo meu corpo tremer, virei lentamente com o cabelo cobrindo meu rosto. Suspirei e abri os olhos, assistindo sua expressão ficar como se tivesse visto um fantasma.

— Bella? — ele disse e soou mais como uma pergunta.

— Olá Edward — desejei que o chão se abrisse e eu me jogasse lá dentro.

uhuhuh Os dois se reveram 3 anos depois.. o que será que vai dar isso? Comentem!

About these ads

Ações

Information

4 responses

18 01 2012
thaiza mirele

uiiiiiiiiiiii a bella encontrando o ed *—*

18 01 2012
carla

Ai Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii que tudo,ele fez errado mais msm assim é lindooooooooooooo
doida muito doida por esse fin !!!!!!!!!!!!!
Parabéns autora

18 01 2012
Laura

aaaaaai, to louca pra saber o resto *-*

22 01 2012
jussara

estou em choque!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: