Capítulo 19

20 10 2010

POV ROB

 

[…]

 

Cheguei em Londres quebrado de todas as maneiras possíveis, e minha mãe se assustou quando me viu parado na porta de casa, quando eu deveria estar em outro país trabalhando. Ela percebeu o meu estado. Como toda mãe, conhece as crias.

 

“Meu filho, o que aconteceu com você?” – Me disse já de braços abertos, que eu não rejeitei. Eu estava mesmo precisando dela.

 

“A minha vida é uma merda, mãe. Eu sou um …”

 

“Pára com isso, Robert. Me fala o que foi? Você atravessou o mundo pra vir pedir colo, eu te conheço. Vai falando.”

 

E eu falei. Tudo, desde o dia em que Kristen me deixou arrasado naquele quarto de hotel, até o momento em que eu a abandonei no hospital, como a porra de um covarde que eu sou, e fugi para casa, deixando até o meu trabalho pra trás. Em nenhum momento ela me interrompeu. Me deixou falar e chorar toda a minha mágoa. Sim, porque eu estava muito puto com o merda do meu quase ex-agente. Mas a mágoa que eu sentia por Kristen ter feito tudo o que fez, era o que realmente estava me matando.

“Robert, eu sei que você deve estar meio perdido, se sentindo traído, mas é nessa criança que você tem que pensar agora.“

 

“Eu sei mãe, mas é tudo tão louco. Eu acabei de descobrir que duas pessoas em quem eu tinha total confiança, mentiram para mim, me enganaram. Eu vou me livrar do Nick através da Stephanie, porque se eu colocar os meus olhos naquele filho de uma puta, eu quebro a cara dele. Já a Kristen… Eu não sei… A gente precisa conversar, mas não agora. Eu preciso esfriar a cabeça. Por isso eu vim pra cá, o Chris me deu alguns dias.”

 

“Tudo bem , filho. Agora sobe e dorme um pouco até a hora do jantar. Mais tarde a gente conversa mais um pouco.”

 

Eu fui para o meu quarto, mas o sono não veio. Toda essa história louca rodava na minha cabeça, e eu estava cada vez mais longe de uma solução para toda essa merda. Meu pai veio me chamar pra jantar, e não tocou no assunto, mas eu tinha certeza que ele já sabia. Éramos só nós três, já que Lizzie estava viajando, então Clare tocou novamente no assunto.

 

“Robert, eu sei que você e a Kristen ainda nem conversaram, mas eu acredito que ela vá manter a gestação. Eu estou certa?” – De repente a comida perdeu a graça e meu pai a olhou surpreso. Acho que por ela ter sido tão direta.

 

“Sim. Eu falei com a Jules hoje, quando eu descobri, e ela me garantiu que Kristen quase pulou no médico quando ele sugeriu um aborto.”

 

“Eu adoro essa garota.” – Foi a primeira frase do meu pai durante todo o jantar e eu tive que sorrir, então ele continuou. – “Mas, falando sério filho, você tem que assumir a responsabilidade, que é sua também. Essa criança tem um pai, e eu não espero outra coisa de você. Esteja perto do seu filho, conviva com ele e permita que nós também estejamos por perto. É nosso neto, Robert, nós queremos acompanhar o crescimento dessa criança.”

 

“Você está certo, pai, e eu quero estar presente, ver meu filho nascer e crescer. Mas eu não tenho idéia se a mãe dele me quer por perto. Nem eu sei se eu quero estar perto dela.” – Foi a vez da minha mãe falar.

 

“Você a ama, Rob, dá pra ver nos seus olhos quando você diz o nome dela. Não estou dizendo que ela agiu certo, mas ela te deixou porque te amava. Da maneira dela, ela pensa que fez o que era melhor para você. E pelo o que você me contou, ela sofreu muito por isso e garanto que ainda sofre.”

 

“O que eu faço, mãe, pai?” – Agarrei os meus cabelos desesperado por uma solução. Meu pai respondeu.

 

“Case-se com ela. Dê o seu nome à essa criança. É o que um homem deve fazer numa situação como essa.” – Eu ri. Só poderia ser piada.

 

“Casar? Pai, eu nem consigo conversar com ela, você quer que eu a peça em casamento? Não é como se nós estivéssemos apaixonados. Nós terminamos e não foi de forma amigável, eu mandei ela para o inferno, para não dizer coisa pior.” – Foi a vez da minha mãe rir da minha desgraça.

 

“Bem a sua cara fazer isso, Rob. Porém, seu pai está certo, vocês devem mesmo se casar. Essa criança não tem culpa de nada disso, e eu tenho certeza de que vocês se acertam pelo caminho.”

 

“Eu não preciso me casar com Kristen para estar perto do meu filho. Isso é coisa do século retrasado.”

 

“Concordo, mas como você vai reagir, quando ela encontrar outra pessoa? Por que ela é jovem e não vai ficar sozinha por muito tempo. É isso o que você quer? Que o seu filho acabe chamando outro homem de pai?”

 

Eu visualizei a cena: Kristen e Michael em um jardim enorme, sentados em um daqueles balanços de dois lugares, namorando enquanto uma criança brinca perto deles. O meu filho. Não.

 

“Ok, eu vou pensar. Mas mesmo que eu concorde com essa loucura de vocês dois, não vejo como convencer Kristen a se casar e ainda por cima, comigo. Bem, eu vou dormir, porque amanhã eu preciso falar com a Steph e mandar aquele palhaço para…”

 

“Robert!”

 

“Boa noite, mãe. Boa noite, pai.” Subi para o meu quarto e para minha acompanhante, uma garrafa de Jack Daniel´s. Só bêbado para conseguir dormir e esquecer essa merda toda.

 

Ela estava grávida. Esperando um filho. Eu ia ter um filho. Eu ia ser pai. Um coração ia bater junto com o dela. Um pedaço de mim ganhava vida dentro dela. Um ser humano se desenvolvia e viria ao mundo por nossa causa. Alguém vai depender de mim. Do meu trabalho, das minhas ações. E eu estou começando a ficar incoerente.

 

Eu já não sabia se eu chorava, ou se ria. Pessoas tem filhos todo dia, mas aquele era uma prova do nosso amor. Dos momentos maravilhosos que passamos, e que agora, mais do que nunca, não serão esquecidos.

 

Eu estava fazendo de tudo para não pensar na hipótese de Kristen ainda me amar, por que eu não queria ter esperanças. A porra do meu coração não agüentaria outro baque. Ah, mas o que eu não daria para tê-la aqui comigo agora…

 

É acho que eu estou bêbado.

—–

Ain que dozinha dele né …

espero que logo logo as coisas se resolvam..

gostaram? comentem loucamente!

Anúncios

Ações

Information

5 responses

20 10 2010
Maah campelo

Ai tá muiito perfeita!! Posta Um extra!!! 😉

20 10 2010
bi ._.'

É SÓ UM POR DIA? DDDDDD:
ontem voce provou que é boazinha…
pooor faaaavoor só um extra *O*

20 10 2010
PaamSpunk

haha nada disso..
eu ja prometi que no dia que o site voltar pra mim eu posto 2 capítulos no dia..
enquanto isso é só 1…

20 10 2010
Amanda

kkkk , Paam e suas gracinhas ;D

17 11 2010
Jessica

que do dele todo pertubado com essa historia .mais tambem muito fofo pois apesar d tudo ele se preocupa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: