Closer – Capítulo 24

24 10 2010

POV Kristen

 

Duas horas depois eu desisti de entender o que aconteceu aqui mesmo nesse quarto e fui dormir. Ainda esperava que ele estivesse de piada, mas deixei o travesseiro no sofá, por via das dúvidas. Acordei meio zonza com um barulho na porta e logo vi a fonte do barulho. Robert tinha tropeçado na própria mala e eu tive quer rir da cena.

 

“ Desculpa,eu não queria te acordar, então não acendi as luzes, mas não deu muito certo. Pode voltar a dormir.”

 

E eu dormi logo em seguida, mas acordei novamente desta vez com um barulho seguido de um gemido. Ergui a cabeça e Robert estava no chão, coçando a cabeça. Tinha acabado de cair do sofá. E eu não pude segurar as gargalhadas.

 

“ Não vejo qual é a graça.Ta doendo,inferno.”

 

“ Rob, vem deitar aqui. Tem espaço suficiente pra nós dois. Não tem sentido você dormir no sofá.”

 

Ele demorou um pouco pra se mexer, mas veio. Deitou ao contrário. Com os pés virados para a cabeceira. E assim foi a nossa primeira noite depois de quase três meses…

 

Acordei com o estômago revoltado e corri pro banheiro, e logo em seguida senti suas mãos segurando os meus cabelos enquanto vomitava. Ainda tentei empurrá-lo, mas ele nem se mexeu. Quando consegui acalmar meu estômago, ele me ajudou a ficar de pé.

 

“ Você não precisa presenciar isso. É nojento.”

 

“É pra isso que eu estou aqui, lembra? E se eu não me engano, você já fez o mesmo por mim mais de uma vez.”

 

Será mesmo que eu vi um pequeno sorriso?

 

“ Não conta, porque eu estava tão bêbada quanto você.”

 

“ Ok, ok. Vou me vestir pra gente ir tomar café.”

 

“ Você vai tomar café. Eu não consigo comer nada. Não desce.”

 

“ Kristen, você não pode ficar sem comer. É impossível que não tenha nada que você queira.”

 

“ Não mesmo. Bem, tem, mas… deixa pra lá. Eu vou tomar um suco.”

 

“ Fala.”

 

“ Falar o que?”

 

“ Me diz o que você quer comer.”

 

“ Robert, isso é coisa de filme, não existe esse negócio de desejo e você não é o marido preocupado que sai correndo de madrugada pra satisfazer as minhas vontades.”

 

“ Não seja ridícula. Eu estou apenas te lembrando que você tem que se alimentar direito. O que é?”

 

“ Você não vai esquecer, não é? Saco. Os biscoitos de aveia da sua mãe, pronto falei. E agora, você vai entrar em um avião e ir até Londres buscar?”

 

“ Não, eu tenho que trabalhar. Vamos,não quero chegar atrasado depois de tanta folga.” Ele parecia estar com o pensamento em outro lugar…

 

Chegamos no set e Robert foi buscar o meu suco e o café que não deu tempo de tomar no hotel. Enquanto os Cullens passaram a manhã inteira aprendendo a lutar eu experimentava perucas. Já tinham me dado três, mas estava difícil acertar. No intervalo do almoço, Robert ficou me fiscalizando como um pai faz com a filha que não quer comer, isso já estava me dando nos nervos.

 

“ Quer parar com isso, porra? Se eu comer demais eu vou vomitar tudo, então larga do meu pé.”

 

“ Ok. Não falo mais, depois eu não vou te juntar quando você desmaiar.” Saiu e me deixou ali com Ashley rindo não sei do que. Não achei graça nenhuma.

 

“ Vocês dois parecem um casal de velhos rabugentos.” Aliás, quando foi que ele começou a falar com você novamente? Eu perdi algo?”

 

“ Dar patadas, você quer dizer. Ele acha que manda em mim agora que é meu noivo.”

 

“ Seu o que? Me conta menina! Quando vocês se acertaram? Tudo não me esconda os detalhes. OMG, fico tão feliz por vocês…”

 

“ Não surta, Ash. Eu não disse que a gente se acertou, mas ele me pediu em casamento ontem à noite. Pelo bebê. Por ele nós vamos nos casar.”

 

“ Sei… vamos ver até onde vai essa desculpa.”

 

“ Você sabe que ainda o amo, mas ele deixou bem claro o que ele pensa a meu respeito. E eu não sei se tenho forças pra lutar contra esse gelo todo. Mas,quem sabe agora que a gente está no mesmo quarto…”

 

“ Como é? Kris me conta essa história.”

 

“ Ele se mudou pro meu quarto por causa do acontecido no banheiro pela manhã. Mas nem fala comigo e dormiu virado pros pés da cama, acredita?” Ashley só ria da minha desgraça.

 

“ Não desiste amiga. Abuse das armas femininas. Ele é homem, não vai resistir por muito tempo.”

 

Nossa conversa acabou ali, fomos chamadas pra gravar na parte da tarde e eu estava muito contente de ter que estar pertinho dele em quase todas as cenas, mas era só David gritar “ corta” e Robert saía correndo como se eu tivesse uma doença contagiosa. Mas eu não iria me abalar. Eu quero o meu amor de volta e vou lutar por ele, ah se vou.

 

Saí do meu trailler naquela noite, cansada pra caramba e louca pela minha banheira e o que eu vejo? Robert e Nikki tendo uma conversa muito íntima pro meu gosto. Ela estava segurando o braço dele e se derretia feito uma cadela. Passei pelos dois com a intenção de ignorar a cena, mas é claro que ela não iria deixar barato.

 

“ Já vai Kris? A gente está combinando de sair pra beber, está a fim?” O sorriso dela me deu ânsia de vômito. Depois do que aconteceu naquele dia, como ela age assim, como se nada  tivesse acontecido? Arg!!!

 

“ Fica pra próxima, Nikki.” Falei já de costas pra eles. Só o que falta essa peste no meu caminho de novo. Fui embora sem nem olhar pra cara do Robert.

 

“ Meu banho de banheira que era pra ser relaxante, serviu pra me deixar mais nervosa ainda pensando que Robert estava em algum lugar nos braços da Nikki. Saí do banho, pedi uma sopa e  fui pra minha cama tentar dormir. Não resisti. Eu tinha que saber o que estava acontecendo e quem sabe Ashley sabia onde eles tinha ido. Liguei pra ela e no oitavo toque ela atendeu.Pessoas falavam ao fundo e eu não estava conseguindo entender o que ela dizia, até que as vozes ficaram mais baixas.

 

“ Kris, tudo bem? Você está precisando de alguma coisa?”

 

“ Onde você está, mulher? Que barulho é esse?”

 

“ Eu estou num barzinho com o pessoal. Entrei no banheiro pode falar. Por que você não veio?”

 

“ Não estava a fim de ver a Nikki se esfregando no Robert sem poder fazer nada. Mas estou ficando louca aqui. Eles estão aí? Me conta Ash, eles estão juntos?”

 

“ Sim, eles estão aqui e sim, ela está se esfregando literalmente nele, mas não, eles não estão juntos. Rob foge dela como o diabo da cruz. Por que você não vem pra cá?”

 

“ Não Ash, não estou a fim de ver a cena.Vou tentar dormir.”

 

“ Me autoriza a fazer uma pequena travessura?”

 

“ O que você vai aprontar?”

 

“ Deixa comigo e faz a tua parte. Quando ele chegar, faça cara de quem passou mal.”

 

“ Ashley, não faz nada, deixa ele.” Mas era tarde…

 

“ Kris, calma amiga, lembra o que o médico disse? Deita de lado e ergue as pernas. Eu já estou indo.” Ela falava muito alto e pelo barulho ela tinha voltado pro bar. Não deu tempo de perguntar o que ela estava tramando, ela já tinha desligado.

 

Meia hora depois, ouvi o barulho na fechadura e fiquei quieta na cama, fingindo dormir. Senti que alguém se ajoelhou perto da cama e reconheci o cheio de cigarro misturado com cerveja, Rob.

 

“ Kristen?” Hora do show. Valeu amiga!

 

“ Hum… Rob?”

 

“ Você está bem? A Ashley me disse que você passou mal outra vez.” Ele estava preocupado, eu senti na voz dele.

 

“ Ela disse? Droga eu pedi pra ela não te falar nada. Nada demais, já passou.”

 

“ Na verdade, ela não me falou, eu ouvi ela no telefone com você. Por que você ligou pra ela e não pra mim?” Hum interessante…

 

“ Você saiu pra se divertir e eu não quis atrapalhar. Eu achei que ela poderia estar no hotel, então liguei pra ela.”

 

“ Droga, eu não deveria ter saído e te deixado aqui sozinha. E não interessa onde eu esteja, liga pra mim primeiro, ok?” Kristen, a coisa está ficando boa…

 

“ Eu já tinha uma guarda-costas, agora tenho uma babá também. Saco, estou me sentindo uma inválida.”

 

“ Pára com isso. Você comeu pelo menos? A voz dele voltou a ser fria e distante.

 

“ Sim , Rob, eu comi. E escovei os dentes também.” Ele se levantou irritado.

 

“ Já vi que está bem. Vou tomar um banho.”

 

Eu tinha que falar com a Ash, contar o sucesso da “travessura” dela, mas ele poderia me ouvir do banheiro. Melhor deixar pra amanhã. E eu também teria outra missão: esfregar o meu anel de noivado na cara daquela piranha. Se a Nikki acha que eu vou deixar ela solta perto do meu homem, se engana. Mesmo que eu esteja mais noiva da minha sogra do que dele, mas isso ela não precisa saber. Minutos mais tarde, Robert saiu do chuveiro e veio se deitar, virado pros pés outra vez. Inferno de homem difícil.

—–

e aii gente o que acharam??

amanha tem mais ok? Comentem, por favor!

Anúncios

Ações

Information

7 responses

24 10 2010
Maah campelo

Hahahahhahaha Nikki sua Piranha!!

24 10 2010
Maah campelo

Vaii KIKI usa suas Armas (Beem que poderia ter um Cap extra neeh? )

24 10 2010
Bianca

AFFFFFFFFFFFFFFF GENTE QUE SOFRIMENTO… ESPERAR É RUIM!!!! QUERO MAIS!!!

24 10 2010
Daniele

GENTE QUERO MAIS ESSA ESPERA É O Ó!!! UM EXTRINHA DE FIM DE SEMANA GENTE PLEASE!!!!

24 10 2010
karlla cullen pattz

kiki usa todas as armas que vc tem seja sexy, concerteza ele não vai resistir. e esfrega esse anel na cara daquela piranha da nikki.

24 10 2010
pri

menina esperta ,vai com tudo nessa e conquista ele de novo.

24 10 2010
karla

garota inteligente já esta pensado na travessura que vai fazer com a nikki quero muito que vc esfregue na cara dela o seu anel.mostra sua arma e seduz o robert de novo eu sei que vc tem um jeito que só ele saber de deixa ele louco.kkkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: